Um homem sul-africano não pode viver na Nova Zelândia por pesar 130 quilos. As autoridades disseram ao cozinheiro sul-africano que ele é demasiado gordo para viver no país.

De acordo com a BBC, oficiais responsáveis pela imigração no país disseram a Albert Buitenhuis que ele não tem «um padrão de saúde aceitável».

Albert, bem como a mulher Marthie, correm o risco de serem expulsos do país mesmo depois de o homem já ter perdido trinta quilos desde que se mudou para a cidade de Christchurch em 2007.

Nunca antes tinham mencionado o peso de Albert, mas em maio o casal viu os seus vistos caducados por causa da obesidade, referiu Marthie.

Albert e a mulher enviaram um pedido de renovação ao ministro da imigração, referindo-se à perda de peso do homem, mas foi rejeitado.

O porta-voz do ministro disse que o pedido foi recusado porque Albert está em risco de ter complicações como diabetes, hipertensão e doenças cardíacas.

«É importante que todos os imigrantes tenham um padrão de saúde aceitável de forma a minimizar os custos e a procura de serviços de saúde públicos na Nova Zelândia», disse o porta-voz.