Um grupo de engenheiros e cientistas da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, está a desenvolver um projeto para construir uma torre com 20 quilómetros de altura, escreve o jornal brasileiro «Globo».

O autor de ficção científica Neal Stephenson teve a ideia e os especialistas acreditam que esta é possível de concretizar. O objetivo é facilitar a vida aos astronautas, que poderiam «chegar» ao espaço de «elevador».

A torre está a ser desenvolvida pelo Project Hieroglyph, do «Centro para a Ciência e para a Imaginação», da Universidade do Arizona«Centro para a Ciência e para a Imaginação», da Universidade do Arizona.

Será 20 vezes mais alta que o atual prédio mais alto do mundo, o Burj Khalifa, no Dubai. Aliás, será mais alta que o Monte Evereste que tem 9 km de altura. O topo da torre ficaria já na estratosfera, uma camada da atmosfera que começa ao quilómetro 17. Serviria, por exemplo, para lançar naves espaciais, reduzindo em muito os custos das missões.

O engenheiro, Keith Hjelmstad, afirmou à BBC que é possível realizar esta construção desde que se use um bom aço. O maior problema parece ser o vento e é aí que os especialistas estão a concentrar atenções. A pressão do vento poderá danificar a estrutura.