Os pais de Alex Nash, um menino de cinco anos, encontraram uma fatura de 20 euros na mochila do filho por  não ter comparecido à festa de aniversário de um colega. 

Inicialmente, o pai,  Derek Nash, de Torpoint, Inglaterra, pensou tratar-se de uma brincadeira, mas, de acordo com a Sky News, a mãe do aniversariante, Julie Lawrence, ameaça levar o problema para tribunal.

Tudo começou quando perto da altura do Natal Julie perguntou se o menino iria à festa de aniversário do seu filho no Ski Slope e Snowboard Centre, em Plymouth. Não se recordando de outros compromissos familiares, Derek respondeu afirmativamente.

O pai tinha combinado que a filha iria de férias com os avós nesta altura. Quando se aproximou a data, perguntou ao menino de cinco anos o que preferia fazer e ele optou por também ficar com os avós.

«Nós não tínhamos nenhum contacto telefónico, email ou morada para a avisar», explicou.


Quando Alex regressou às aulas no início de janeiro, a companheira de Derek, Tanya Walsh, tentou mais uma vez desculpar-se pelo sucedido, mas não encontrou Julie.

«No dia 15 de Janeiro, ela olhou para a mochila do Alex e encontrou um envelope castanho. Tinha uma fatura de 20 euros pela ausência da festa de aniversário», contou Derek.

 
A família do menino dirigiu-se então à escola e perguntou à professora se a mãe da outra criança lhe tinha dado alguma coisa. Ela disse que sim, «um envelope castanho».

O pai incrédulo procurou a diretora da escola, que se desculpou pelo sucedido e assegurou que iria recordar os docentes que esse tipo de comportamento constitui uma «violação do protocolo».

«Saí da escola e fui ter com ela [ a mãe da outra criança] à morada da fatura. Quando abriu a porta disse-lhe que encontrei a fatura na mochila do meu filho e que não gostei nada».

«Disse-lhe que não ia pagar, e que ela deveria ter falado comigo em vez de por uma fatura na mochila do meu filho». «Teria compreendido a despesa que foi o Alex não ter aparecido, mas não acredito na forma como as coisas foram feitas», contou.


Esta mãe indignada respondeu  com a ameaça de colocar a situação nas mãos da justiça britânica e proibiu o filho de voltar a brincar com o menino na escola.

«Todos os detalhes estavam no convite. Eles tinham todos os detalhes necessários para me contactar», defendeu Julie.

Tanya Walsh tem estado em contacto com Julie Lawrence a partir do Facebook na esperança de conseguir resolver as coisas de uma forma mais amigável.