Um homem foi detido, na quinta-feira, no estado de Maryland, nos Estados Unidos, depois de se ter agarrado ao capô de um autocarro escolar, com o objetivo de travar a viatura.

Leverne Ardin Doran, um professor reformado de 68 anos, agiu depois de um estudante, que estava dentro do veículo, ter atirado uma garrafa de plástico ao seu carro. O momento foi gravado em vídeo.

Um autocarro da Loch Raven Middle School estava no trânsito, ao lado de um carro. Nessa altura, uma garrafa foi, alegadamente, atirada pela janela, em direção ao carro. Posto isto, o condutor do carro saiu do veículo”, disse o sargento da polícia do condado de Baltimore, Andrea Bylen, em declarações ao canal de televisão americano WBAL TV.

O norte-americano subiu para a parte da frente do autocarro, exigiu ao motorista que parasse e tentou mesmo entrar no veículo.

Para garantir a segurança dos estudantes, o condutor do transporte escolar não autorizou a entrada do homem de 68 anos e tentou conduzir, lentamente, o autocarro até o posto da polícia mais próximo, mas ficou parado no trânsito.

Nas imagens, é possível ver o antigo professor em cima do capô do autocarro, agarrado a um espelho, a gritar para que o motorista abra a porta. Ouve-se ainda o condutor a pedir, repetidamente, para que o homem saia de cima do autocarro.

Leverne Ardin Doran acabou por ser detido e enfrenta agora várias acusações, incluindo a de conduta desordenada e destruição de propriedade, por ter causado danos no autocarro. Apesar disso, o homem de Nottingham foi libertado sob custódia.

Um agente da polícia, que não estava de serviço, passou pelo local e ajudou, intervindo rapidamente. O polícia retirou o homem de cima do autocarro e o suspeito foi detido, no momento, sem incidentes”, acrescentou o sargento da polícia de Baltimore.

De acordo com as autoridades, em nenhum momento as crianças estiveram em perigo. Contudo, segundo a avó de dois alunos que seguiam no autocarro, os jovens ficaram muito assustados.

As crianças apanharam um susto de morte e a maioria delas correu para a parte de trás do autocarro e ficou sentada. Tenho a certeza de que essa experiência assustadora ficará com eles durante muitos anos”, afirmou Susan Copenhaver ao Inside Edition.

O estudante que atirou a garrafa de água pela janela do autocarro acabou por ser suspenso da escola por três dias.