Um juiz de Nova Deli, na Índia, afirmou que o sexo antes do casamento «é imoral» porque vai contra os «dogmas de todas as religiões».

Virender Bhat fez a declaração ao absolver um réu que tinha sido acusado de violação por uma mulher que tinha consentido ter relações sexuais após uma promessa, não cumprida, de casamento.

Na Índia, sexo antes do casamento continua a ser tabu cultural. No ano passado, um tribunal em Nova Deli já tinha dito que a relação entre um casal que vive junto é imoral e um «produto infame da cultura ocidental».