Um turista suíço pagou, esta segunda-feira 8.000 dólares de Hong Kong (918 euros) por uma viagem de táxi, ou seja, quase 30 vezes mais do que era suposto.

De acordo com o jornal "South China Morning Post", que cita uma fonte policial, a tarifa ilegalmente cobrada entre o aeroporto da antiga colónia britânica e um hotel localizado na ilha de Kowloon marcará um recorde na cidade, dado que é cerca de 30 vezes superior ao valor normalmente pago pela distância. Esse valor seria de entre 250 e 300 dólares de Hong Kong (28,7 e 34,4 euros).

A mesma fonte policial indicou que, no passado, taxistas terão cobrado ilegalmente entre 1.000 e 2.000 dólares de Hong Kong (114,8 e 229,7 euros) por deslocações idênticas.