Uma mulher de 36 anos deu entrada num hospital por ter feito uma fratura na cavidade ocular após ter-se assoado. O caso já tem um ano, mas só agora foi divulgado.

A mulher chegou ao Hospital da Universidade North Middlesex, em Londres, a sangrar do nariz, com queixas de falta de visão, inchaço e dores extremas no lado esquerdo da cara, avança a revista Time, que cita o BMJ, uma publicação especializada na divulgação de casos clínicos graves e raros

Após os exames, os médicos concluíram que a mulher tinha uma fratura no osso da cavidade ocular, um tipo de lesão que acontece em pessoas que praticam luta e levam murros na cara.

É bizarro. Nós vemos estas fraturas em pessoas que levam murros ou pessoas que lutam.”

 

Nunca ouvi que isto tivesse acontecido alguma vez por alguém se assoar. Toda a gente assoa o nariz. Ninguém pensa que pode magoar o olho ao assoar o nariz”, diz Dr. Sam Myers, um dos médicos que tratou a mulher.

O caso tornou-se relativamente simples de tratar. A lesão já está curada, a visão não ficou permanentemente afetada e não precisou de cirurgia.  Os médicos receitaram-lhe analgésicos, indicações para evitar assoar-se ou praticar desportos que envolvam contacto e ainda aconselharam que deixasse de fumar, pois fumava cerca de 20 cigarros por dia, o que pode ter contribuido para o que aconteceu.

Passado um ano do incidente a mulher demonstrou uma boa recuperação, apesar das dores de cabeça diárias que duram desde 30 minutos a algumas horas terem ficado como mazela.

De acordo com o médico, é muito fácil fraturar pequenos ossos faciais, mas é “muito raro” isto acontecer apenas a assoar o nariz. Não está totalmente claro como é que a mulher teve tanto azar, mas ela disse ao médico que não se tinha assoado de forma muito agressiva e que é saudável. O médico especula que a mulher “deve ter uma predisposição ou um esqueleto frágil na área à volta dos olhos”.

Se fechar uma narina enquanto se assoa, por vezes pode haver bastante pressão. Mas o facto da pressão de assoar o nariz ser igual à pressão de levar um murro, é incrível”, destaca Sam Myers.

Dr. Myers enfatiza que em média as pessoas que assoam o nariz não correm o risco de sofrer uma fratura deste género e reforça que há poucas medidas de prevenção que as pessoas possam ou devam tomar, além de evitarem assoar-se excessiva e agressivamente.