Um homem de 23 anos, que se encontra a cumprir uma pena por agressão numa prisão da Carolina do Sul, EUA, foi condenado a passar 37 anos na «solitária» por usar o Facebook dentro do Estabelecimento Prisional.

Tyheem Henry conseguiu contrabandear um telemóvel para dentro da prisão, a partir do qual foi atualizando a sua página com fotografias e mensagens. O blog «Charleston Thug Life» descobriu o seu perfil e denunciou o caso em 2013, tendo agora sido aplicada a sua punição pelo Departamento de Correção da Carolina do Sul (SCDC, sigla em inglês).

Segundo o «The Telegraph», Henry foi condenado a 15 anos de prisão por quase ter matado um jovem de 18, pelo que não irá cumprir todo o tempo a que foi castigado, mas, ainda assim, Henry perdeu privilégios como ir à cantina, receber visitas e usar o telefone para o resto da pena.

Fonte do blog «Charleston Thug Life» contou que a partir de agora vão passar a trabalhar com o SCDC para ajudar a identificar mais casos como o de Henry.

«Descobrimos que o Tyheem Henry mantinha um perfil de Facebook onde postava com bastante frequência, enquanto cumpria a sua sentença de 15 anos. Quando descobrimos um condenado a usar um telemóvel e as redes sociais juntamos todas provas [e publicamos]. [Ele] foi acusado de ter o perfil e recebeu uma punição administrativa severa».