A professora substituta Cassandre Fiering, de 45 anos, foi demitida de uma escola pública de Nova Iorque, depois de pedir conselhos amorosos aos alunos de 9 anos. A mulher mostra-se revoltada com o despedimento e nega as acusações.

De acordo com o jornal «New York Daily News», Cassandre terá contou aos estudantes que namorava com dois homens e pediu conselhos para decidir com qual devia ficar.

Ainda de acordo com o mesmo jornal, a professora terá sugerido aos alunos que formassem uma espécie de «exército particular» e que atirasse rolos de papel higiénico contra a casa de um dos homens, de modo a «intimidá-lo».

A mulher nega todas as acusações: «Estávamos falando de relacionamentos, era tudo de forma teórica. Era um dia inteiro e eu estava em uma sala por sete horas sem um plano de aula», argumentou.

A professor, que também trabalha como atriz garante que o relatório entregue às autoridades escolares é constituído por «mentiras escandalosas».