Um milionário saudita foi absolvido de um alegado caso de violação, depois de ter afirmado que caiu acidentalmente sobre a vítima e que foi assim que se deu a penetração. Ehsan Abdulaziz, de 46 anos, era acusado de ter forçado uma jovem de 18 anos a ter relações sexuais na sua casa.

Tudo aconteceu depois de uma saída à noite, em Londres, Inglaterra. O milionário convidou duas jovens, uma de 24 anos e outra de 18, a passarem a noite em sua casa no bairro da capital londrina Maida Vale.

O milionário teve relações com a jovem de 24 anos e a outra, de 18, ficou a dormir no seu sofá.  

Foi esta última que o acusou de violação. A jovem disse que acordou com o milionário em cima de si, forçando-a a ter relações sexuais.

Abdulaziz, por sua vez, diz que foi apenas verificar se a jovem queria uma camisa para dormir ou um táxi para a levar para casa. E que ela é que terá forçado a relação sexual. Segundo o empresário, quando a jovem estava a tentar seduzi-lo, ele caiu em cima dela e ocorreu a penetração.

As autoridades encontraram vestígios de sémen na rapariga, mas o milionário alega que estes indícios resultaram da relação sexual com a amiga.

Abdulaziz foi absolvido numa sessão de julgamento, que durou apenas 30 minutos, no tribunal de Southwark Crown.