Uma australiana de 41 anos ressuscitou depois de ter sofrido uma paragem cardíaca. Os médicos chegaram a dá-la como clinicamente morta, após 42 minutos sem respirar ou circulação de sangue.

Vanessa Tanasio, mãe de dois filhos, foi levada para o Centro Médico Monash de Melbourne depois de ter sofrido um ataque cardíaco.

A equipa médica usou um dispositivo de compressão para assegurar o fluxo de sangue até ao cérebro enquanto um cardiologista tentava limpar a artéria.

O coração de Vanessa voltaria a bater ao ritmo normal. «Estive morta por quase uma hora e apenas uma semana depois sinto-me bem. É surreal», afirmou.