Um motorista da empresa «Metro-North train» foi o protagonista de uma história caricata. Michael Shaw disse às pessoas, que aguardavam na plataforma, que o comboio que esperavam estava prestes a chegar. Conclusão, o comboio nunca apareceu.

«Eu disse aos passageiros para esperarem na plataforma pelo expresso», explicou Shaw. Arrependido pelo mal-entendido, o motorista decidiu escrever uma carta, aos seus passageiros, para se desculpar.

Shaw, que é também presidente do sindicato dos motoristas, disse que a empresa desculpa-se regularmente, mas sempre por motivos válidos. «Eu simplesmente escrevi a minha própria carta, porque conheço muitos passageiros», afirmou à NBC.

Segunda-feira de manhã, o condutor de 48 anos, colocou uma cópia da sua carta nos 500 assentos da linha New Haven. Foi a maneira que Michael achou melhor para se desculpar aos, provavelmente, furiosos, passageiros.

A sua iniciativa acabou por ser reconhecida e as pessoas estão a agradecer o gesto do motorista.