Chris Schauble, apresentador da estação de televisão KTLA-TV, estava a trabalhar quando o terramoto de magnitude 4.4 atingiu, esta segunda-feira, Westwood, na Califórnia. A expressão facial consequente do tremor que sentiu atingiu as redes sociais quase tão rápido quanto o terramoto.

Às 06:25, desta segunda-feira, o apresentador e a colega Megan Henderson, estavam prestes a fazer a transição para o intervalo comercial que acabou por ser atrasado por segundos devido ao terramoto que atingiu a cidade.

«Terramoto, estamos a ter um terramoto», disse Schauble em estado de choque, com o rosto momentaneamente congelado.

Schauble ficou momentaneamente petrificado e levantou o dedo indicador, assinalando que algo estava a acontecer. De seguida ambos os apresentadores se esconderam debaixo da mesa, atitude que deixou «muito orgulhosa» Lucy Jones, a sismóloga da «Geological Survey», o centro de investigação de fenómenos da natureza.

Assim que o terramoto terminou ambos os apresentadores seguiram com a emissão.

«Ok, parece que parou. Vamos agora saltar para Geological Survey…que me parece muito próximo», continua Schauble.

 

Uma situação semelhante aconteceu em 1987, quando um famoso jornalista da KNBC-TV, Kent Shocknek apresentava «Today in Los Angeles» e a cidade dos Estados Unidos foi atingida por um terramoto mortal de magnitude 5,9.

«Estou a ir para baixo da mesa, peço desculpa por este teatro. Ok, isto é ao vivo, isto está a acontecer agora mesmo», dizia Schocknek em direto.



Nessa altura o apresentador não tinha de se preocupar com as redes sociais, já a reacção de Schauble não demorou muito para se tornar viral na internet e até o próprio brinca com a situação.