Um canadiano foi condenado a cinco anos de pena suspensa e a pagar uma multa de 22.700 euros por vender fósseis de ovos de dinossauro importados ilegalmente, informou o Serviço de Imigração e Controlo Aduaneiro dos EUA.

Jun Yang, de 36 anos, ex-presidente da Arctic Products, Inc., com sede na Colúmbia Britânica, foi acusado depois de agentes especiais encobertos do Departamento de Segurança Nacional (HSI) terem comprado 13 fósseis de ovos de dinossauro importados ilegalmente da China em 2015.

Um comunicado oficial indica que, além dos ovos de hadrossauro, que vendia por 409 euros cada, Yang também tentava vender um fóssil de um Psittacosaurus por 13.600 euros.