Dois homens foram salvos por uma aliança de casamento, durante um tiroteio entre a polícia e criminosos que tinham roubado dois carros, na última quinta-feira, no Rio de Janeiro, Brasil.
 
A troca de tiros entre polícia e criminosos foi tão intensa que uma estação de Metro foi encerrada e os utentes instruídos a permanecer no interior.
 
Os tiros começaram durante uma perseguição a quatro jovens que estavam em dois veículos roubados. Três pessoas foram atingidas por balas perdidas.
 
O tiroteio acabou por afetar também um autocarro que circulava na avenida. O pastor José de Souza Campos, de 78 anos, regressava do culto no autocarro. Foi atingido por uma bala perdida numa mão. Os danos só não foram maiores por causa da aliança de casamento, que ficou completamente retorcida.
 

“Eu estava dentro do ônibus. Todo mundo se jogou no chão e eu também não vou ficar de bobeira. Então, a minha mão em cima de alguém ali, a bala pegou no meu dedo. Se não pega no meu dedo, naturalmente ia pegar em alguém, mas graças a deus essa pessoa também foi salva. O tiro pegou exatamente no dedo onde estava a aliança e a bala não sei para onde foi, só que o dedo ficou no lugar”, contou o pastor, citado pelo portal de notícia G1. 

 
Além do pastor José Campos, as balas perdidas atingiram uma taxista e um homem que seguia na calçada. Dois dos fugitivos foram também atingidos: um menor foi atingido numa perna e outro na cabeça.