Billy Burchfield, um homem condenado a 16 anos de cadeia, conseguiu estar evadido durante 37 anos. Condenado por homicídio, o fugitivo escapou de uma prisão de Georgia em 1979 e conseguiu manter-se em liberdade depois de ter roubado a identidade de um primo.

De acordo com as autoridades, citadas pela AP, após a fuga Burchfield, de 67 anos, passou a viver em Kentucky onde assumiu o nome do primo - Harold Arnold -, depois deste falecer. E conseguiu fazê-lo até à passada quarta-feira, altura em que foi denunciado por um agente da Georgia.

Quando confrontado pelas autoridades, o fugitivo negou ser Billy Burchfield mesmo depois de ter aceitado comprovar a sua identidade com as impressão digitais. Acabou por ser detido em Kentucky e aguarda a extradição para a Georgia.

Em declarações à imprensa, o porta-voz da polícia de Laurel, Gilbert Acciardo, revelou que durante o tempo que Burchfield esteve fugido não houve registo de atividades criminais da sua parte.

"Provavelmente, alguém como ele conseguiria escapar. Tinha de ter o 'nariz extremamente limpo' e, aparentemente, foi isso que ele fez", acrescentou.