O presidente da Bielorrússia pediu recentemente que a população que "tirasse a roupa e trabalhasse". No entanto, o que se tratou de um ato falhado de Alyaksandr Lukashenko - uma vez que "desenvolver-se" e "despir-se" soa quase da mesma maneira em russo - foi levado a sério por muitos trabalhadores bielorrussos.

"Inovações, tecnologia, privatização - é tudo claro. Conquistamos tudo. Tudo é muito simples, deve-se tirar a roupa e trabalhar", afirmou Lukashenko e os trabalhadores cumpriram.

Ao longo das redes sociais é possível ver várias imagens de bielorrussos no seu local de trabalho... despidos. Tudo para cumprir as ordens do presidente considerado o "último ditador da Europa".

"De acordo com a ordem presidencial", pode ler-se em algumas das legendas que têm ainda a hashtag #nakedatwork (#despidosnotrabalho).