Mais de 4500 garrafas de vodka, no valor de cerca de 850 mil euros, foram roubadas de um entreposto aduaneiro em Miami. Os ladrões fizeram um buraco na parede de cimento para para retirar 752 caixas de seis garrafas cada. As autoridades oferecem agora uma recompensa de 5 mil dólares (3850 euros) a quem fornecer informações que conduzam à identificação e detenção dos ladrões, avança a CNN.

A bebida, importada da Ucrânia, é uma das mais caras. O valor de cada garrafa em retalho é de cerca de 250 dólares (190 euros), mas nos bares da moda de Miami pode atingir os 1200 dólares (925 euros). O valor do roubo supera assim 1,1 milhões de dólares (850 mil euros).

A empresa importadora adianta que esta bebida se tornou «o novo Santo Graal para colecionadores e conhecedores». «Chamamos-lhe vodka de ouro por alguma razão. É cor de âmbar, cor de ouro. É envelhecido em barris de conhaque durante três anos», explicou Mark Owens, presidente da Spirits oh the Tsars Vodka, em declarações à CNN.

A bebida é embalada também em garrafas especiais. São feitas em França e o rótulo tem uma porção de ouro de 24 quilates.