David Glasheen, tem 60 anos e já teve muito dinheiro. Era um bem sucedido empresário australiano, mas, em 1987, perdeu tudo o que tinha num crash bolsista e uma fortuna de quase oito milhões de euros desfez-se.

Durante anos, viveu na mais profunda miséria. Até que resolveu ir para uma ilha deserta. É lá que reside, há 20 anos, tendo por única companhia uma cadelinha... e uma manequim de plástico. Até já tentou o amor, com anúncios que publica nos jornais (ele tem acesso à internet, através de um dispositivo alimentado a energia solar), mas sem sucesso.

De acordo com o «DailyMail», apesar da solidão, David não pretende regressar à civilização. Mas o Governo australiano pode trocar-lhe as voltas: ele corre o risco de ser despejado da ilha que ocupa há 20 anos.

David Glasheen estaria obrigado por contrato com o Governo a construir um resort na ilha, para poder ocupá-la. Mas, como perdeu quanto dinheiro que tinha, não cumpriu o acordo e o Governo quer agora mandá-lo embora.

Um acórdão do Supremo Tribunal australiano obriga-o a sair e atribui a posse da ilha ao Governo, mas Clasheen recusa-se.