Zac Murray, de 24 anos, circulava em Mooloolaba, em Sunshine Coast, na Austrália, quando foi apanhado pelo radar da polícia. No Facebook, o jovem partilhou uma cópia do documento da multa no qual se pode ver que o australiano "excedeu o limite em pelo menos 13 km/h". No entanto, duas alinhas abaixo pode ler-se que a velocidade permitida na zona é de 100 km/h e que o condutor circulava alegadamente à velocidade de 100 km/h.

"Eu nunca recebi uma multa de velocidade antes. Alguém pode explicar-me se eu tenho uma por causa de circular no limite de velocidade?", escreveu Murray.

Depois dos amigos terem mostrado a sua surpresa pela multa, Zac Murray acabou por brincar com a situação.

"Estou certo de que fui apanhado por cumprir a lei", escreveu.

Um porta-voz da polícia de Queensland afirmou que se tratou de um erro administrativo e que não se tratou de um erro de câmara. O erro aconteceu enquanto a câmara estava a ser testada e a multa foi enviada por engano.

A polícia já retirou a multa e contatou Zac Murray para pedir desculpa.