Uma igreja luterana na Alemanha juntou-se à febre que tem assolado o mundo desde que o último filme de Star Wars estreou e deu uma missa especial para os fãs da saga. No domingo, centenas de fanáticos da Guerra das Estrelas mostraram a sua devoção numa sessão que contou com várias personagens da longa-metragem e, até, com o tema de Star Wars tocado pelo órgão da igreja.
 
Os fãs têm mostrado a sua paixão pelo filme, muitas vezes de formas inesperadas. Mas poucas demonstrações foram tão imprevisíveis como esta: para chamar a atenção dos jovens, a Igreja Zion, em Berlim, incentivou os crentes a vestirem-se das suas personagens preferidas e a prestar homenagem a Deus e à saga espacial.
 
Uma ação que levou mais de 500 pessoas à missa, mais do dobro das que costumam assistir aos sermões de domingo naquela localidade.
 
Ficámos muito contentes de ver tanta gente na Igreja hoje. É ótimo que haja temas pelos quais as pessoas estejam interessadas. Confiam em nós para que estes façam parte do serviço da Igreja, sem que os tornemos demasiado Cristãos nem demasiado Star Wars, encontrando um bom meio-termo”, afirmou o padre Lucas Ludewig, à AP.

E parece que o equilíbrio foi encontrado. Entre as rezas e os sermões, muitos foram os membros da audiência que levaram máscaras e sabres de luz, vestiram-se de Darth Vader e Stormtroopers. Entre as palavras do padre surgiram também imagens dos filmes, numa tela gigante.
 
Star Wars pega em alguns elementos religiosos, incluindo imagens cristãs e de outras religiões. Ao fazê-lo mostra que a Igreja e a Bíblia são parte da nossa cultura, que continua a ser retrabalhada e reinterpretada”, afirmou um dos acólitos, Ulrike Garve.

A opinião foi partilhada pelos crentes, que viram com bons olhos a iniciativa da Igreja.
 
Não é preciso levar tudo o que é religioso demasiado a sério. Claro que é preciso trata-la com respeito, mas quando há um evento global, como o Star Wars, não há problema em entrar na onda”, disse um dos participantes, vestido de Jawa, à Associated Press.