Uma mulher foi proibida de embarcar, este domingo,  num voo para Los Angeles com o pavão de estimação. A artista de Brooklyn tentou apanhar o avião no aeroporto de Newark, nos Estados Unidos da América, quando lhe disseram que o seu animal de "apoio emocional” não poderia fazer a viagem consigo.

O pavão chama-se Dexter e ele próprio é uma celebridade nas redes sociais. Tem um Instagram que conta com mais de quatro mil seguidores e 71 publicações. Desde fotografias em viagens de carro até aos retratos de sessões fotográficas, o animal parece ter uma vida ocupada, que partilha com a sua “família”.

 

 

Ventiko é artista em Brooklyn e dona de Dexter desde que o resgatou.

Como conta a BBC, a mulher ainda tentou comprar um bilhete de avião para o seu animal de estimação, mas a companhia aérea recusou a oferta, alegando que Dexter era demasiado grande embarcar no voo.

No final, tanto a mulher, como o pavão, acabaram por desistir da viagem.

Passei seis horas a tentar entrar no meu voo para Los Angeles. Amanhã os meus amigos humanos vão levar-me de carro”.

 

A United Airlines afirmou que Ventiko já tinha conhecimento das regras antes mesmo de chegar ao aeroporto de Newark.

Em casos excecionais, em que os animais são de terapia para problemas emocionais e psiquiátricos, é permitida a sua entrada com os proprietários. Contudo, a companhia não considerou que esta situação o justificasse.

De acordo com a BBC, o número de passageiros que tentam embarcar com os companheiros tem vindo a aumentar, o que faz crer que, muitas das vezes, seja mentira.