Um brasileiro, acusado de viver ilegalmente nos Estados Unidos, optou por uma defesa em tribunal, no mínimo, original. Quer revelar ao juiz as filmagens que fez das relações sexuais com a mulher.

Rogerio Scotton, detido desde maio de 2012, enfrenta 27 acusações de fraude e duas por mentir aos serviços de imigração.

Pelo menos, no que toca às acusações de imigração ilegal, Scotton parece ter a defesa preparada. Depois de despedir seis advogados e de colocar online um pedido de crowdfunding para angariar fundos para pagar a um advogado, o homem decidiu assumir a sua própria defesa e pediu ao tribunal para apresentar as cassetes com as gravações das cenas de sexo com a mulher para provar o seu verdadeiro amor por ela e de que a sua relação não se resume a um casamento por conveniência.

Confrontado com estas «provas», aquele tribunal da Florida alertou a acusação que é melhor chegar a um acordo, para além de que carece do consentimento da mulher para a exibição das imagens.

Rogerio Scotton ainda se mostrou indignado: «Por que é que a privacidade da minha mulher é importante nesta altura. Sou eu que enfrento a prisão», como cita o «Sun Sentinel».