Um homem na Polónia entrou em pânico ao acordar dentro de um saco de plástico na morgue de um hospital em Piotrkow. Marek Michalski, de 56 anos, teria bebido demais e adormeceu num banco de rua.

O site britânico Metro refere que, depois de verem que o homem estava imóvel há muito tempo, algumas pessoas no local chamaram os serviços de emergência. Os paramédicos que acorreram ao local alegaram que o homem estava sem pulso e atestaram que estava morto.

Horas depois, Marek Michalski acordou desesperado dentro de um saco de plástico e gritou por socorro. «Lembro-me de estar sentado no banco e depois acordar na morgue», afirmou o homem à imprensa local.

Marek Michalski diz que a experiência foi traumatizante e pretende processar o hospital. «Tenho pesadelos em que sou cortado por médicos que não percebem que estou vivo e querem fazer uma autópsia», explica.

A instituição defende-se, afirmando que acreditou que o homem estava morto e seguiu o procedimento padrão.