Durante a conversa, Obama afirmou que estava feliz por falar com uma parcela da população que não acompanha muitos os pormenores da política e Charlize acabou por sofrer, segundo ela, de uma espécie de “diarreia verbal” por causa dos nervos.

“E houve uma pausa e eu fiquei sem saber o que dizer. O que surgiu foi: ‘Então, se está à procura de aspetos demográficos diferentes, posso levá-lo a um clube de striptease”, contou a atriz.

“Foi terrível”, confessou, envergonhada, ao apresentador, acrescentando que, perante o convite - que declinou -, o presidente foi “muito gracioso e engraçado” e percebeu que a atriz estava nervosa com o encontro.

Charlize Theron confessou ainda que não conseguiu dormir “durante semanas” porque de cada vez que “fechava os olhos” recordava o momento em que convidou Obama para ir a um clube de striptease.