O presidente do Governo Regional dos Açores recebeu esta sexta-feira do chefe de Estado «conselhos» para combater a crise económica, que Carlos César admitiu estar a atingir alguns sectores com «intensidade», noticia a Lusa.

«A crise aos Açores chegou mais tarde, mas não está a deixar de atingir alguns sectores com intensidade», afirmou Carlos César, em declarações aos jornalistas no final de uma audiência com o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, no Palácio de Belém.

Classificando o encontro com o chefe de Estado como «muito produtivo», o presidente do Governo Regional adiantou que o tema central da conversa foi os impactos negativos da crise económica e financeira, já que se antevê um «semestre de grande complexidade para os Açores», com a perda de empresas e empregos.

Contudo, acrescentou, as «finanças públicas sólidas» que os Açores têm neste momento permitem «alguma disponibilidade» para o desenvolvimento de programas de combate à crise.

Questionado se recebeu «conselhos» do Presidente da República, Carlos César admitiu que sim, considerando que, dada a formação pessoal e técnica de Cavaco Silva, «é alguém a quem se deve recorrer» nas matérias de economia e finanças.