O Pavilhão de Portugal está ao abandono, a degradar-se de dia para dia. Neste momento acolhe apenas alguns eventos pontuais, de resto está interdito ao público.



Este pavilhão esteve para albergar a sede do Conselho de Ministros, mas a ideia ficou pelo caminho. 14 anos depois da Expo98 já foram propostos vários projetos à tutela, mas nenhum se concretizou.



O pavilhão de Portugal custou 23,5 milhões de euros. Em 2010, foi classificado como monumento de interesse público, mas as portas estão fechadas ao público e ao que aprece a projetos externos.