Lamentamos mas o vídeo que procura não se encontra disponível.

Ministro enfrenta nova demissão na Saúde

Chefes da Urgência do Hospital do Litoral Alentejano demitem-se. Médicos apontam uma «degradação contínua das condições de trabalho no Serviço de Urgência» e recusam continuar à frente do serviço. Conselho de Administração já reagiu e «recusa a existência de falta de material, bem como a alegada degradação do serviço». Depois dos chefes das urgências do Garcia de Orta, dos diretores de serviço do Amadora-Sintra e do diretor do Santa Maria, esta é a quarta saída de dirigentes hospitalares