Portuguesa voluntária na maior favela do mundo

Marta Baeta deu aulas três meses em Kibera, no Quénia
11 de Abril de 2013 às 22:18
Partilhar
Mostrar contas do BES à PT só com ordem do tribunal

Banco de Portugal alega «dever de segredo» para não revelar a «extensa informação» pedida pela PT SGPS sobre a supervisão do Banco Espírito Santo e diz que só por ordem judicial o poderá fazer. Empresa pretende «obter integral ressarcimento dos danos que lhe foram provocados pelo seu intermediário financeiro BES» e, por isso, ameaçou levar Banco de Portugal à Justiça