As salas de cinema na União Europeia registaram 994 milhões de espectadores em 2016, o que significa um aumento pelo terceiro ano consecutivo, revelou esta sexta-feira o Observatório Europeu do Audiovisual, no Festival de Cinema de Berlim.

Apesar de a assistência em cinema comercial ter tido um aumento ligeiro de 1,6% face a 2015, aquele organismo refere que é uma subida sustentada e destaca a receita de bilheteira de 7.204 milhões de euros, no conjunto dos países do espaço europeu.

França, Polónia, Espanha e Itália foram os países que registaram melhores resultados em 2016, enquanto Reino Unido e Alemanha - dois dos maiores mercados da exibição comercial - tiveram menos espectadores.

Segundo dados do Instituto do Cinema e Audiovisual - que são reportados ao observatório -, Portugal também registou um ligeiro aumento em 2016.

As 553 salas de cinema portuguesas tiveram 14,8 milhões de espectadores e 76,6 milhões de euros de receita bruta de bilheteira.

O Observatório Europeu do Audiovisual revela ainda que em 2016 nenhum filme teve mais de 30 milhões de espectadores.

Entre os filmes mais vistos estão produções que agregam, sobretudo, um público mais novo, como "A vida secreta dos nossos bichos", "À procura de Dory" e "Zootrópolis" - todos de animação, "O livro da Selva", "Monstros Fantásticos e onde encontrá-los", "Rogue One: Uma história de Star Wars" e "Deadpool".