Um indiano sem abrigo foi encontrado inconsciente e com várias infeções pela polícia de Mumbai. O homem, com cerca de 40 anos, foi encontrado numa paragem de autocarros e transportado para um hospital para ser examinado.

Um médico do hospital analisou o corpo do indiano e declarou-o como morto, transportando-o de seguida para a morgue. Quando a autópsia estava a começar o homem acordou e deixou toda a equipa em choque.

"O homem morto estava a respirar. Vimos o seu estômago a mover-se para cima e para baixo". 

Palavras de Mid-Day, o funcionário do hospital que tinha levado o cidadão indiano até à morgue.

O diretor daquela unidade de saúde, Sulman Merchant, disse ao jornal "Hindustan Times" que o paciente apresentava vários sinais que levaram a uma declaração errada da morte. O médico garantiu mais medidas cautelares para não repetir o sucedido. 

"O paciente estava numa maca e tinha o rosto e as orelhas infetados com larvas, geralmente encontradas em corpos decompostos. A pulsação e o batimento cardíaco do homem estavam ausentes e ele tinha as pupilas dilatadas, o que é comum em pacientes que estão perto da morte”