O Tribunal Penal Internacional (TPI) anunciou esta sexta-feira a abertura de um inquérito preliminar sobre a situação na Ucrânia para determinar se se cumprem os critérios para investigar alegados crimes cometidos durante a crise política no país.

A decisão surge depois de o Governo ucraniano ter aceite, a 17 de abril, o TPI para julgar os alegados crimes cometidos no seu território entre novembro de 2013 e fevereiro de 2014.

Aquele tribunal recorda em comunicado que, quando um Governo toma uma decisão destas, abre sempre um inquérito preliminar sobre a situação em causa.