A Telecinco e a Zon vão entregar até segunda-feira os esclarecimentos às dúvidas levantadas pelo organismo regulador dos media, que levaram à rejeição das suas candidaturas ao quinto canal em sinal aberto, disseram esta sexta-feira à Lusa os candidatos.

«O dossier está pronto. Estaremos dentro do prazo com os nossos esclarecimentos» à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), garantiu o porta-voz da Telecinco, Carlos Pinto Coelho.

Segundo a mesma fonte, a Telecinco vai «reconfirmar, esclarecer e pormenorizar tudo o que já tinha sido posto na candidatura», uma vez que o regulamento da ERC é rigoroso, não permitindo acrescentar ou omitir quaisquer dados.

Também a Zon vai fundamentar a sua proposta dentro do prazo.

«Vamos tentar esclarecer as dúvidas levantadas e acreditamos que vamos conseguir», disse à lusa um porta-voz da Zon Multimédia.

A ERC rejeitou no dia 20 de Fevereiro as duas únicas candidaturas ao quinto canal de televisão generalista em sinal aberto.

Segundo o organismo regulador dos media, a rejeição da candidatura da Zon deveu-se à falta de meios técnicos e recursos humanos e a da Telecinco à falta de viabilidade económico-financeira.

No entanto, esta posição não é definitiva, tendo os concorrentes até dia 9 de Março para serem ouvidos pela ERC e defenderem as suas candidaturas.