A loja da Apple em Zurique, na Suíça, foi evacuada na terça-feira devido ao sobreaquecimento da bateria de um iPhone. O fumo obrigou a que cerca de 50 pessoas, entre empregados e clientes, fossem retiradas do local. 

Segundo a agência Reuters, que cita a polícia, um funcionário da assistência técnica sofreu queimaduras ligeiras na mão, quando substituía a bateria do aparelho. Outras sete pessoas foram assistidas no local.

A bateria sobreaqueceu e começou a deitar fumo. "Os funcionários agiram rápida e corretamente", de acordo com as autoridades, ao deitarem "areia de quartzo sobre a bateria sobreaquecida, para conter o fumo".

A imprensa local adianta, ainda, que o smartphone em questão era um iPhone 6 Plus, que estava na loja para substituir a bateria.

Além da polícia e dos bombeiros, foram acionadas para o local várias ambulâncias.

A Apple ainda não comentou o sucedido.

A empresa norte-americana, com sede na Califórnia, admitiu recentemente que estava a desacelerar, intencionalmente, alguns modelos de iPhone para estabilizar o desempenho do telemóvel à medida que a bateria vai envelhecendo. Muitos utilizadores acusaram a Apple de estar a tirar capacidade aos aparelhos para incentivar as pessoas a comprar modelos mais recentes.