Um fóssil armazenado durante anos no museu de Doncaster (norte de Inglaterra) foi identificado como pertencendo a uma nova espécie de ictiossauro, um dos mais antigos répteis marinhos extintos conhecidos, foi esta quinta-feira divulgado.

A descoberta do paleontólogo Dean Lomax, da Universidade de Manchester, é revelada na revista britânica «Journal of Vertebrate Paleontology».

A nova espécie foi designada de «Ichthyosaurus anningae», em honra de Mary Anning, a paleontologista britânica que encontrou o primeiro ictiossauro na costa de Dorset (sul de Inglaterra) em 1811.