Milhares de contas automáticas (os chamados “bots”) estão a “atacar” contas de Twitter de terroristas do Estado Islâmico com publicações com conteúdo pornográfico, de forma a descredibilizar os jihadistas que usam a rede social para espalhar propaganda.

Os “bots” – programas de computador com inteligência artificial que são capazes de interagir com humanos – estão preparados para começarem a seguir as contas associadas ao grupo terrorista, para depois publicarem fotos e vídeos de cariz pornográfico.

Segundo a BBC, esta estratégia levada a cabo por anónimos já levou vários elementos do grupo a apagar ou suspender as suas contas na rede social, um dos maiores veículos de propaganda do grupo terrorista.

Alguns jihadistas do EI suspenderam o uso do Twitter até decidirem como vão lidar com isto”, afirmou o autor e analista de redes sociais J. M. Berger, à BBC.

Berger acredita que estes ataques descredibilizam as contas dos terroristas e afastam potenciais novos recrutas.