Os Anonymous garantiram que vão revelar os nomes de cerca de 1.000 membros do grupo Ku Klux Klan. A divulgação desta informação faz parte de uma operação do grupo contra a entidade racista, que teve início há um ano.
 

“Ku Klux Klan, nós nunca parámos de vos observar. Nunca dissemos que só atacaríamos uma vez”, disse a organização, num comunicado divulgado na terça-feira.


Depois de terem capturado uma conta do Twitter do grupo que acredita na supremacia da raça branca, em 2014, parece que os Anonymous voltaram a repetir a façanha, este ano. De acordo com uma publicação, sob o nome Operation KKK, o grupo alertou que tinha conseguido aceder a mais uma conta do KKK e que os nomes dos seus membros seriam divulgados no próximo mês.

 
A data escolhida para a revelação coincide com o primeiro aniversário da guerra entre o grupo de hackers e o KKK, depois da morte de Michael Brown, em Ferguson, nos EUA.

 

De acordo com o The Guardian, durante os protestos, em novembro de 2014, um membro do grupo racista distribuiu panfletos aos ativistas, afirmando que o incidente ia “acordar um gigante adormecido”.

Como resposta, os Anonymous atacaram uma das contas do KKK, substituindo a imagem de perfil pelo seu símbolo e, até hoje, ainda a detêm. Na altura foram divulgados alguns nomes dos membros do grupo.

Mas, de acordo com um comunicado dos hackers, ainda há muito por divulgar.
 

“Depois de observarmos muitos de vocês, de perto, durante tanto tempo, estamos confiantes que aplicar alguma transparência às vossas células organizacionais é algo certo, justo, apropriado e a única ação possível. Vocês continuam a fazer ameaças a membros dos Anonymous que pensam ter identificado, jornalistas, toda a gente que fala contra o vosso comportamento. As vossas ameaças e intimidações não são provocadas, são indesejáveis e não serão toleradas”.


O Ku Klux Klan foi fundado nos anos 20, nos EUA, e foi responsável pela perseguição e pela morte de muitos afro-americanos. Na altura, o KKK chegou a ter quatro milhões de membros. Hoje pensa-se que esse número esteja entre os 5.000 e os 8.000.