Depois de um longo dia de trabalho, sentar-se no sofá e ver televisão parece ser a melhor ideia para combater o stress. No entanto, um estudo veio comprovar o contrário: em vez de o ajudar a relaxar, pode agravar-lhe os sintomas.

Na investigação levada a cabo pela Universidade Johannes Gutenberg, na Alemanha, foram avaliadas pessoas que atingiam níveis altos de stress no trabalho e que, quando viam televisão para relaxarem, se sentiam piores.

O estudo contou com a colaboração de 471 pessoas a quem foi questionado como se sentiam depois de um dia de trabalho e o que faziam para descansar. Os investigadores concluíram que aquelas que estavam particularmente mais cansadas, viam televisão ou jogavam videojogos para relaxar.

Chegaram também à conclusão que estas formas de relaxar após um dia cansativo podem provocar um sentimento de culpa nos jogadores porque acham que não estão a aproveitar o tempo com tarefas úteis.

«A culpa diminui os efeitos positivos da tentativa de relaxamento e reduz a recuperação e a vitalidade», explica o estudo, publicado no «Journal of Communication» e citado pelo «Daily Mail».

«Isso demonstra que, na vida real, a relação entre o uso da TV ou dos videojogos e o bem-estar é complicado e que esses hábitos podem entrar em conflito com outros, menos prazerosos, mas mais importantes», disse Leonard Reinecke, um dos autores do novo estudo.

Desta forma, os investigadores sugerem que os trabalhadores devem procurar atividades que libertem o stress, evitando a utilização destes meios como método de relaxamento.

Esta investigação vem contrariar outros trabalhos que apontavam que ver televisão ou jogar videojogos ajudava as pessoas a desligarem-se do trabalho e a relaxarem. Essas pesquisas também mostravam que ganhar um jogo ou ver um filme, fazia com que se sentissem com mais energia.