Exposições e observações com telescópio são algumas das poucas iniciativas com que Portugal participa, este ano, na Semana Mundial do Espaço, organizada pela ONU, que começa hoje e decorre até quinta-feira.

Em 2013, o tema é «Explorar Marte, Descobrir a Terra», e conta com a participação de entidades governamentais, organizações não-governamentais, escolas, universidades e clubes de astronomia.

Em Portugal, as iniciativas são promovidas pelo Observatório Astronómico de Lisboa, Centro Ciência Viva de Constância, Centro de Astrofísica da Universidade do Porto, Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra e Clube de Astronomia da Escola Secundária Adolfo Portela, em Águeda.

Durante a Semana Mundial do Espaço, o Centro Ciência Viva de Constância, distrito de Santarém, projeta um documentário sobre Iuri Gagarin, cosmonauta soviético que se tornou o primeiro homem a viajar para o espaço, no dia 12 de abril de 1961, a bordo da nave Vostok. Será também usado um giroscópio humano para simular as viagens espaciais.

A efeméride, instituída em 1999, é promovida anualmente pelas Nações Unidas com o apoio da Associação Internacional da Semana do Espaço.