O grupo informático norte-americana Microsoft concluiu esta sexta-feira a compra unidade de telemóveis da Nokia, numa operação de cerca de 5,4 mil milhões de euros, pondo fim à lenta agonia daquele que já foi um gigante tecnológico.

«Esta aquisição marca o primeiro passo para juntar estas duas empresas numa equipa», disse em comunicado a Microsoft, indicando que a operação afeta cerca de 25 mil trabalhadores em todo o mundo.

O ex-presidente da empresa finlandesa Nokia, Stephen Elop, ocupará a vice-presidência executiva da área de dispositivos da Microsoft e reportará ao responsável da Microsoft, Satya Nadella. A partir desse cargo, Elop vai supervisionar as operações que incluem os telefones e tablets Lumia, os telefones móveis da Nokia, as consolas Xbox e Surface e os programas Perceptive Pixel.