A empresa sul-coreana Samsung Electronics anunciou este domingo que vai recorrer da decisão da Comissão de Comércio Internacional (ITC, na sigla inglesa) dos Estados Unidos de proibir a importação de vários produtos por violação de patentes da norte-americana Apple.

«Tomaremos todas as medidas que sejam necessárias, incluindo ações legais, para que os nossos pedidos sejam refletidos na decisão», precisou em comunicado a Samsung, maior fabricante mundial de smartphones.

Na sexta-feira, a ITC considerou que a Samsung violou as patentes da Apple nas funções de identificação do movimento dos dedos nos visores sensíveis ao toque de smartphones, e nos sistemas de entrada de auriculares, decidindo proibir os produtos que violavam essas patentes, como o smartphone Galaxy S 4G, o tablet Galaxy Tab e dispositivos de 2010 e 2011.