Quem passa muito tempo ao telemóvel, a enviar mensagens, no Facebook ou a verificar emails, anda a exercer demasiada pressão na coluna cervical. Segundo um estudo, a força exercida no pescoço de um adulto quando está a olhar para baixo, em direção ao telemóvel, pode chegar aos 27 quilos. Para compreender o significado imagine carregar um 8 miúdo de anos, à volta do pescoço, várias horas por dia.


 
Kenneth Hansraj, cirurgião ortopédico em Nova Iorque, é o responsável pelo cálculo do impacto que a chamada «postura de sms» (cabeça inclinada para a frente e ombros caídos) causa. Hansrai encontrou o valor utilizando um modelo computacional de coluna de um ser humano e publicou o estudo na revista Surgical Technology International.
 
Em média a cabeça de uma pessoa pesa entre 4.5 e 5.5 quilos e, ao ser inclinada, o peso da cabeça faz com que aumente a força exercida sobre o pescoço, que «pode levar a desgaste precoce, degeneração e até a cirurgias», explica Hansraj.
 

«Quando a cabeça se inclina para a frente as forças que registamos no pescoço disparam para 12 quilos com a inclinação a 15 graus» e chegam a «27 quilos se a inclinação for de 60 graus» afirma o médico.

 
Como as pessoas passam cada vez mais tempo a olhar para o telemóvel, se não tiverem o cuidado de elevar o ecrã a uma altura boa para o pescoço, então as suas colunas vão estar muito tempo debaixo de stresse.
 
Hansraj vê muitos pacientes debruçados sobre os dispositivos, o que pode resultar em dor nas costas e no pescoço. Quando um homem não parava de ter problemas, o médico descobriu que ele passava quatro horas por dia a jogar no iPad, com a cabeça inclinada para baixo.
 

«Pode-se chamar isto de epidemia. Onde quer que vá, basta olhar à volta: as pessoas estão de cabeças para baixo a olhar para o telemóvel, especialmente os adolescentes», disse Hansraj ao Today. «Não sou contra a tecnologia. A minha mensagem é muito simples: basta estar ciente de onde a cabeça se encontra».

 
O médico decidiu dar algumas dicas para evitar dores no pescoço ao usar o telemóvel:
 
  • «Não é preciso colocar o dispositivo ao nível dos olhos. Os olhos têm uma amplitude de movimento, o que permite olhar para o telemóvel sem inclinar a cabeça»;
  • «Para manter as articulações do pescoço flexíveis, mover a cabeça da esquerda para a direita várias vezes e tocar com o ouvido no ombro em ambos os lados»;
  • «Colocar as mãos na cabeça, para fornecer alguma resistência, enquanto empurra a cabeça para frente e fazer o mesmo para trás. Isso fortalece os ligamentos e os músculos que sustentam o pescoço».