O maior vulcão do sistema solar foi descoberto no Pacífico. Os geólogos anunciaram na quinta-feira a descoberta do Tamu, situado no Shatsky, um planalto situado a 1600 quilómetros da costa leste do Japão.

As áreas são «modestas»: 310 mil quilómetros quadrados, uma área equivalente à da Grã-Bretanha e da Irlanda juntas, descreve a agência France Presse.

Tem uma cúpula arredondada, em forma de escudo, e lava endurecida que se presume ser consequência de uma erupção há 144 milhões de anos.

A equipa de investigadores analisou os vários vulcões e constatou agora que este é mesmo o maior. O «rival» fica em Marte, mas tiradas bem as medidas, o Tamu ganha.

Uma última curiosidade: o nome Tamu vem de Texas A & M University, onde William Sager, investigador que lidera a equipa, ensinou durante 29 anos.