A Nasa e o departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos desenvolveram um radar portátil capaz de detetar os batimentos cardíacos e a respiração das vítimas de um sismo ou tornado que se encontrem soterradas.

O protótipo desta tecnologia chamada Finder (sigla de «Finding Individuals for Disaster and Emergency Response»), hoje tornado público, permite localizar pessoas soterradas até nove metros.

«Esta tecnologia da NASA usada para explorar outros planetas será usada para ajudar a salvar vidas na Terra», disse Mason Peck, responsável pela tecnologia da agência espacial norte-americana.

Já John Price, do departamento de Segurança Interna, destacou que este radar vai permitir «às equipes de resgate usar de forma mais precisa os meios de ação», que são «limitados».

Esta tecnologia consiste na transmissão de sinais de microondas em direção aos detritos resultantes do sismo, analisando depois as características dos sinais que são devolvidos.

Essa mesma técnica é usada pela NASA para pesquisa espacial, caso da sonda Cassini que em órbita em torno de Saturno tenta desvendar os segredos da estrutura interna de anéis do planeta.