Uma cadeia de óticas japonesa começou a comercializar óculos para amenizar os efeitos negativos que o uso dos smartphones e de outros dispositivos eletrónicos causam ao utilizador antes de dormir.

O fabricante de lentes Jin garantiu que os óculos em causa, que custam 4.900 ienes (cerca de 37 euros), eliminam em 60% a luz de onda curta que emana dos ecrãs dos smartphones.

A exposição a esta luz “azul” antes de dormir reduz a segregação de hormonas (como a melatonina) que ajudam a dormir, assinalou a empresa em comunicado.