Astrónomos observam, há vários meses, a supernova (explosão de uma estrela em fim de vida) tida como a mais potente, com uma luminosidade 570 vezes mais intensa que a do Sol, divulgou a revista Science, nesta quinta-feira.

Segundo os cientistas, a supernova ASASSN-15lh é 200 vezes mais potente do que a explosão típica destes corpos celestes, entre os mais brilhantes no Universo.

"ASASSN-15lh é a supernova mais potente alguma vez descoberta na história da humanidade, e o mecanismo explosivo e a fonte da potência da deflagração e da energia libertada permanecem um mistério, que nenhuma teoria da física consegue verdadeiramente explicar", sustenta um dos principais autores da descoberta, Subo Dong, professor de astronomia na Universidade de Pequim, na China.