O estudo


“Uma das características desta vacina é que parece ser muito mais eficaz do que os comprimidos”, afirmou um dos médicos responsáveis pelo estudo, Bryce Chackerian, ao The Telegraph.

“Mesmo sendo eficazes em muitas pessoas, os comprimidos têm efeitos colaterais e não funcionam com toda a gente. Os resultados da nossa vacina foram surpreendentes e sugerem que pode ser um poderoso novo tratamento contra o colesterol elevado”, acrescentou o investigador Alan Remaley.






The Telegraph

“Ficámos impressionados com o quão imunológica a vacina HPV era, por isso achámos que podíamos usar as mesmas partículas para atacar a PCSK9”.