Na maioria dos casos, não há nenhum problema em aguentar a vontade de fazer xixi, dizem os especialistas. No entanto, há que ter em atenção, porque em caso de historial de doenças relacionadas com a bexiga ou rins, adiar a ida à casa de banho poderá constituir alguns riscos. 

Seja por stress, excesso de trabalho ou falta de oportunidade, às vezes adiamos a ida à casa de banho. De acordo com a BBC Mundo, que consultou especialistas na área da saúde, não há uma relação de causalidade entre o aguentar o xixi e o desenvolvimento de infeções.

O chefe do departamento de urologia do Hospital Espanhol de Buenos Aires, Gustavo Villar, acredita que não "acontece nada". 

Não vai acontecer nada a uma mulher jovem que está a trabalhar ou a fazer alguma coisa em casa e adia a ida à casa de banho porque está a cuidar do filho (por exemplo)", esclareceu.

Há quem diga que adiar o xixi pode causar uma infeção urinária, mas o mesmo especialista afirmou que não existe uma relação de causalidade entre ambas as situações. No entanto, há que ter em atenção se o indivíduo já tem determinada patologia. 

Se o paciente já tem uma doença e uma patologia de infeções urinárias repetidas, bexigas hipoativas, devido a questões neurológicas ou diabetes, é outro assunto", explicou Gustavo Villar. 

No entanto, o especialista relembrou que não é normal que uma pessoa fique 12 a 14 horas sem urinar, mesmo que ingira líquidos, motivo pelo qual deverá consultar um médico. 

Em relação às infeções urinárias, Gustavo Villar indicou que há muitos outros fatores que são responsáveis por este problema, tais como "problemas intestinais, falta de higiene ou contaminação através de sangue".

Segundo Gustavo Villar, as mulheres conseguem aguentar melhor a vontade de fazer xixi do que os homens, devido a características específicas da bexiga feminina. 

A bexiga da mulher tem uma parede menos densa, a mulher tem uma pélvis diferente e não tem próstata, motivo pelo qual é capaz de aguentar mais do que os homens."

Já o urologista britânico George Yardy esclareceu que não se pode confundir o ato de segurar o xixi com a retenção urinária crónica, que acontece quando as pessoas não conseguem esvaziar completamente a bexiga.  

Algumas pessoas podem ter restos de cerca de meio litro de urina. Para alguns, isto não causa nenhum problema, mas outros podem desenvolver infecções urinárias."

Beber água

Beber bastante água por dia pode originar mais visitas à casa de banho, mas é uma medida extremamente importante. 

Para além da hidratação, do combate aos problemas urinários e do bem que faz ao organismo, os especialistas consultados pela BBC recomendam a ingestão de pelo menos dois litros de água por dia. 

Segundo Gustavo Villar, a água é extremamente importante para limpar o aparelho urinário e recomenda-se a pacientes com infeções na bexiga. 

É como uma varredura, limpa os rins, os uréteres e a bexiga. É como a água de um rio que vai passando e limpando, não para. E, ao não parar, impede a colonização de bactérias, formação de cálculos e tudo o resto", sublinhou o especialista.