Sete ou mais horas de sono por noite fomentam um estilo vida saudável e impulsionam os benefícios para o coração, dizem os pesquisadores do Instituto Nacional para a Saúde Pública e Ambiente, em Bilthoven, e da Universidade Wageningen.

De acordo com um vasto estudo, os tradicionais conselhos para fazer exercício, dietas saudáveis, redução de bebidas alcoólicas e prevenção para o fumo reduziram o número de mortes por doenças do coração. Mas muitas vidas também foram salvas por se ter boas noites de sono, refere a «BBC News».

Aconselhar a dormir o suficiente para um estilo de vida saudável pode ter um impacto substancial na saúde pública, prevenindo várias mortes por ataque cardíaco.

Uma equipa holandesa analisou as doenças do coração e ataques cardíacos em mais de 14 mil pessoas num período de mais de uma década. Concluíram que cerca de 600 pessoas tiveram doenças de coração e 129 morreram, dados do estudo publicado no Diário Europeu de Cardiologia Preventiva.

O estudo descobriu que pessoas que fazem exercício, têm uma dieta saudável, bebem álcool moderadamente e não fumam têm menor probabilidade de sofrer morte por doenças cardíacas. Contudo, adicionando noites de sono suficiente - sete ou mais horas - aos quatro fatores, as probabilidades de passar por doenças cardiovasculares diminuem.

«Se toda a gente praticasse os cinco fatores para uma vida saudável, 36% das doenças e ataques cardíacos e 57% das doenças do coração fatais poderiam ser evitadas e prevenidas», dizem os investigadores.

Grethe S. Tell, professora da Universidade de Bergen, na Noruega, comentou o estudo dizendo que «a principal mensagem a transmitir é que precisamos de considerar o sono um principal fator para a saúde», cita o «BBC News».