Um grupo de médicos britânicos anunciou que foi detetado um caso de gonorreia ultraresistente. De acordo com o Serviço Nacional de Saúde britânico nunca tinha sido diagnosticado um caso da doença que não respondesse a qualquer antibiótico habitualmente prescritos para combater doenças sexualmente transmissíveis, como é o caso.

De acordo com as autoridades de saúde britânicas citadas pelo El País, o homem tinha um relacionamento estável, mas terá sido infetado durante um encontro sexual que manteve com uma mulher, durante uma viagem ao sudeste asiático, um mês antes de apresentar os primeiros sintomas da doença.

Esta é a primeira vez que um caso mostra um alto nível de resistência a estes fármacos e à maioria dos outros antibióticos comumente utilizados”, explicou à BBC Gwenda Hughes, do Serviço Nacional de Saúde no Reino Unido.

Além dos esforços para tratar o paciente, o Serviço de Saúde britânico está a encetar um esforço para conter uma eventual propagação da doença, identificando potenciais parceiros que o homem tenha tido entretanto. Até ao momento, nenhum outro caso foi detetado.